Aquidauana

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) de fonte(s)

Nota(s) de exibição

Termos hierárquicos

Aquidauana

Termos equivalentes

Aquidauana

Termos associados

Aquidauana

31 Descrição arquivística resultados para Aquidauana

31 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Dia 7 de Setembro em Aquidauana.

Em um largo, à frente de uma igreja de torre central com campanário e relógio sobre a porta, duas fileiras de meninos em posição de alongamento tocando as mãos nas pontas dos pés. Trazem uma roupa folgada e uma cobertura “listrada”. À esquerda, vê-se o conjunto de casas e dois imensos postes; à direita, sob as folhas de bananeiras, e a população que assiste a tudo, do mesmo modo que um grupo à sobra do frontão da igreja.

Fachada da Sociedade Aquidauanense de Assistência Hospitalar.

A partir do gradil de portão de entrada, fachada de prédio em Art déco, em cujo letreiro sobre a entrada, lê-se em alto-relevo: “SOCIEDADE AQUIDAUANENSE // DE // ASSISTENCIA HOSPITALAR”. No último dos quatro degraus da entrada, em pé, um homem de sobretudo posa ao pé da porta.

Fachada de um prédio destinado a hospital da Sociedade Aquidauanense de Assistência Hospitalar.

Canteiro de obras de prédio em construção. Atrás de cerca de arame farpado e de porteira aberta, vê-se a fachada em Art déco de prédio destinado a hospital. Na platibanda sobre a entrada, lê-se em alto relevo: “SOCIEDADE AQUIDAUANENSE // DE // ASSISTENCIA HOSPITALAR”.

Homenagem do 1.º núcleo de escoteiros anexo ao Grupo Escolar “Antônio Corrêa”.

Em formação, tendo na primeira fila seis garotos escoteiros trajando uniforme clássico (cobertura, camisa de mangas compridas, lenço, bermuda, meiões e sapatos) sobre o joelho direito. Todos, com exceção do primeiro que segura a bandeira nacional do Brasil, seguram seus respectivos bastões pontiagudos, tendo o do terceiro uma flâmula na ponta. Dividindo ao meio a primeira fila, sentados, dois homens: o primeiros de terno branco olhando para a sua direita; o segundo, de pernas cruzadas, trajando camisa e calças brancas. Na fila de trás, em pé e uniformizados como os demais (exceto o segundo que usa como cobertura um chapéu de Baden-Powell), posam nove garotos, o último deles segurando uma segunda bandeira nacional ao invés do seu bastão. Ao fundo, à esquerda, detalhe de uma varanda e seu parapeito; e, mais ao fundo, a parede de tijolinhos à mostra de uma casa. Colado abaixo da fotografia e sobre o suporte, uma etiqueta onde se lê, datilografado: “Ao Exmº Sr Bel. Interventor Federal, neste Estado.// Homenagem do 1.º nucleo de escoteiros anexo ao Gru- // po Escolar “Antonio Correa” de Aquidauana, // Of. e D. // A DIRETORIA.”

Limpeza das margens do rio Aquidauana em sua parte próxima à cidade.

Das margens de um rio já sem mata ciliar, vê-se, à esquerda, um galpão com chaminé, seguido mais ao longe, ao longo da margem, de uma ou duas casinhas simples e muitas árvores. À direita, a margem nua.

Parada escolar na Praça Affonso Penna.

Em uma área aberta, um homem de terno e gravata, sobre uma cadeira, de costas para o fotógrafo, encara a multidão no que aparenta ser um discurso. Dirige-se para centenas de alunos uniformizados, destacadamente meninas, e adultos que os acompanham, enfileirados atrás de uma cerca de arame farpado. São notórias bandeirinhas do Brasil nas mãos da maioria. Sobre a fotografia, datilografado em azul, na parte superior, lê-se: “Parada escolar 4-9-940// Praça Afonso Pena // Aquidauana”.

Parada escolar na Praça Affonso Penna.

Em uma área aberta, um homem de terno e gravata, sobre uma cadeira, de costas para o fotógrafo, encara a multidão no que aparenta ser um discurso. Dirige-se para centenas de alunos uniformizados, destacadamente meninas, e adultos que os acompanham, enfileirados atrás de uma cerca de arame farpado. São notórias bandeirinhas do Brasil nas mãos da maioria.

Parada escolar na Praça Affonso Penna.

Em uma área que serve de campo de futebol, da esquerda para a direita, centenas de alunos uniformizados e separados por gênero e idade se posicionam em dezenas de fileiras supervisionados por adultos de frente a um imenso mastro que tem em sua base, ante a uma cerca de arame farpado, um pequeno grupo de alunos empunhando bandeiras. Ao fundo, do que parece ser uma trave de futebol e um alambrado, um conjunto de casas, algumas assobradadas, e quase todas em quatro águas. Sobre a fotografia, datilografado em azul, na parte superior, lê-se: “Parada escolar 4-9-940// Praça Afonso Pena // Aquidauana”.

Parada escolar na Praça Affonso Penna.

Em um campo de futebol, centenas de crianças entre meninos e meninas se alinham à entrada de uma área cercada de arame farpado cuja parte da cerca foi derrubada. Quase todos trazem à mão bandeirinhas do Brasil de papel, algumas outras bandeiras maiores de tecido. Um grande mastro em forma de cruz se eleva entre os alunos. Ao fundo e à direita, conjunto de casas sendo algumas em estilo Art déco “sertanejo”.

Parada escolar na Rua Estevam Alves Corrêa.

Em uma via urbana, um grupo de cinco homens, à esquerda, acompanha alunos enfileirados e rentes ao lado direito. Uniformizadas e sob a supervisão de adultos, desfilam formando uma coluna que some na rua, ao fundo. À frente deles, uma menina empunha o pavilhão nacional. À esquerda e à direita, casarões em uma espécie de art déco “sertanejo” com arvorezinhas em frente. Chama a atenção um prédio em construção, à esquerda, com tapumes de madeira e blocos de tijolo em frente. No meio da rua, postes de eletricidade. Sobre a fotografia, datilografado em azul, na parte superior, lê-se: “Desfile 4-9-940// Rua Estevam Alves Corrêa// Aquidauana”.

Parada escolar na Rua Estevam Alves Corrêa.

Em uma via urbana, um grupo de cinco homens, à esquerda, acompanha alunos enfileirados e rentes ao lado direito. Uniformizadas e sob a supervisão de adultos, desfilam formando uma coluna que some na rua, ao fundo. À frente deles, uma menina empunha o pavilhão nacional. À esquerda e à direita, casarões em uma espécie de Art déco “sertanejo” com arvorezinhas em frente. Chama a atenção um prédio em construção, à esquerda, com tapumes de madeira e blocos de tijolo em frente. No meio da rua, postes de eletricidade.

Parada escolar na Rua Estevam Alves Corrêa.

Em uma via urbana, duas freiras puxam as filas de meninas durante parada escolar. A freira que vai à frente (à direita) traz em seu braço um guarda-chuva; a freira mais atrás, conduz pelo braço uma menina. À frente da fila do meio (são três ao todo) uma menina traz uma bandeira nacional do Brasil. Com exceção de algumas poucas, a esmagadora maioria das alunas estão uniformizadas com vestido branco. À esquerda, acompanha a parada, da calçada, um garoto de uniforme escolar do Ensino Secundário. O casario é predominantemente em Art déco e, no meio da rua, alinham-se os postes de energia elétrica de madeira a iguais distâncias. Ao fundo, vai indo um automóvel. Sobre a fotografia, lê-se datilografado em azul: “Desfile escolar 4-9-940 // Rua Estevam Alves Corrêa // Aquidauana” – o “e” de “desfile” foi realçado com caneta preta.

Passeata escolar na Praça Affonso Penna.

Em um campo de futebol, centenas de crianças, entre meninos e meninas, alinham-se à entrada de uma área cercada de arame farpado cuja parte da cerca foi derrubada. Quase todos trazem à mão bandeirinhas do Brasil de papel, algumas outras bandeiras maiores de tecido. À frente de todos, passando pela cerca, um pequeno grupo de alunos entre meninos e meninas com bandeiras pequenas e grandes, de papel e de tecido, do Brasil. Um grande mastro se eleva entre os alunos, à direita. Ao fundo e à direita, vê-se um gol e as linhas do campo de futebol e um homem passando pela pequena área; e, mais atrás, conjunto de casas sendo algumas em estilo Art déco “sertanejo”. Na frente, datilografado em azul, lê-se: “Parada escolar 4-9-940.// Praça Afonso Pena // Aquidauna”.

Passeata escolar na Praça Affonso Penna.

Em um campo de futebol, centenas de crianças entre meninos e meninas se alinham à entrada de uma área cercada de arame farpado cuja parte da cerca foi derrubada. Quase todos trazem à mão bandeirinhas do Brasil de papel, algumas outras bandeiras maiores de tecido. À frente de todos, passando pela cerca, um pequeno grupo de alunos entre meninos e meninas com bandeiras do Brasil, pequenas e grandes, de papel e de tecido. Um grande mastro se eleva entre os alunos, à direita. Ao fundo e à direita, vê-se um gol e as linhas do campo de futebol e um homem passando pela pequena área; e, mais atrás, conjunto de casas sendo algumas em estilo Art déco “sertanejo”.

Passeata escolar na Praça Affonso Penna.

Em uma área aberta, dezenas de crianças entre meninos e meninas se alinham à entrada de uma área cercada cuja parte da cerca foi derrubada. Quase todos trazem à mão bandeirinhas do Brasil de papel, algumas outras bandeiras maiores de tecido. Ao fundo, à direita, é possível ver uma antena e um casarão assobradado.

Passeata escolar na Praça Affonso Penna.

Em um campo de futebol, centenas de crianças, entre meninos e meninas, alinham-se à entrada de uma área cercada de arame farpado cuja parte da cerca foi derrubada. Quase todos trazem à mão bandeirinhas do Brasil de papel, algumas outras bandeiras maiores de tecido. À frente de todos, passando pela cerca, um pequeno grupo de alunos entre meninos e meninas com bandeiras pequenas e grandes, de papel e de tecido. Um grande mastro se eleva entre os alunos, à direita. Ao fundo e à direita, vê-se um gol e as linhas do campo de futebol e um homem passando pela pequena área; e, mais atrás, conjunto de casas sendo algumas em estilo Art déco “sertanejo”.

Passeata escolar na Praça Affonso Penna.

Em uma área aberta, centenas de crianças entre meninos e meninas se alinham à entrada de uma área cercada cuja parte da cerca foi derrubada. Quase todos trazem à mão bandeirinhas do Brasil de papel, algumas outras bandeiras maiores de tecido. Ao fundo, à direita, é possível ver uma antena e um casarão assobradado. Em cima da imagem, na parte superior, lê-se datilografado em azul “Parada escolar 4-9-940// Praça Afonso Pena// Aquidauana”.

Passeata escolar na Praça Affonso Penna.

Em uma área aberta, algumas dezenas de crianças uniformizadas entre meninos e meninas se alinham à entrada de uma área cercada, à frente e à esquerda de um mastro em cruz bastante alto. Portam alguns bandeiras do Brasil em tamanhos grandes, outros, menores. Atrás da cerca de arame e moirões, mais meninos e meninas. Quase todos trazem à mão bandeirinhas do Brasil de tamanho pequeno. Ao fundo, à direita, é possível ver conjunto de casas; algumas em Art déco “Sertanejo”; uma delas assobradada. Em cima da imagem, na parte superior, mais à esquerda, lê-se datilografado em azul: “Parada escolar 4-9-940// Praça Afonso Pena// Aquidauana”.

Passeata escolar na Rua Marechal Mallet.

Em uma via urbana, enfileirados e rentes a um muro, à direita, crianças uniformizadas, sob a supervisão de adultos, desfilam com bandeiras do Brasil em punho. Junto à fileira, destaca-se uma senhora que leva um pano ao nariz. À esquerda, casarões em uma espécie de art déco “sertanejo”; ao centro e ao fundo, um casarão assobradado esconde-se parcialmente em frondosa árvore.

Passeata escolar na Rua Marechal Mallet.

Em uma via urbana, enfileirados e rentes a um muro, à direita, crianças uniformizadas, sob a supervisão de adultos, desfilam com bandeiras do Brasil em punho. Junto à fileira, destacam-se grupos de senhoras. À esquerda, casarões em uma espécie de art déco “sertanejo”; ao centro e, ao fundo, um casarão assobradado esconde-se parcialmente em frondosa árvore.

Passeata escolar na Rua Marechal Mallet.

Em uma via urbana, enfileirados e rentes a um muro, à direita, crianças uniformizadas, sob a supervisão de adultos, desfilam com bandeiras do Brasil em punho. À esquerda, casarões em uma espécie de Art déco “sertanejo”; ao centro e ao fundo, um casarão assobradado esconde-se parcialmente em frondosa árvore. Sobre a imagem, à esquerda, datilografado em azul, lê-se, apagado: “Passeata escolar// 4-9-940// Rua Marechal Malet// Aquidauana”.

Passeata escolar na Rua Marechal Mallet.

Em uma via urbana, enfileirados e rentes a um muro, à direita, crianças uniformizadas, sob a supervisão de adultos, desfilam com bandeiras do Brasil em punho. À esquerda, sobre a calçada rente a um muro, aparentemente, de um quintal, nove homens e uma mulher acompanham o cortejo, e um rapaz e duas senhoras vão em direção contrária; ao centro e ao fundo, um casarão assobradado esconde-se parcialmente em frondosa árvore.

Passeata escolar na Rua Marechal Mallet.

Em uma via urbana, enfileirados e rentes a um muro, à direita, crianças uniformizadas, sob a supervisão de adultos, desfilam com bandeiras do Brasil em punho. À esquerda, casarões em uma espécie de Art déco “sertanejo”; ao centro e ao fundo, um casarão assobradado esconde-se parcialmente em frondosa árvore. Sobre a imagem, à esquerda, datilografado em azul, lê-se, apagado: “Passeata escolar// 4-9-940// Rua Marechal Malet// Aquidauana”.

Passeata escolar na Rua Marechal Mallet.

Em uma via urbana, rentes ao muro, à esquerda, um grupo de adultos que somam trezes pessoas, entre estas três mulheres, observam jovens alunos enfileirados. À direita, crianças uniformizadas e sob a supervisão de adultos desfilam formando uma coluna que dobra a rua, ao fundo. À frente delas, uma menina empunha o pavilhão nacional. À esquerda, casarões em uma espécie de art déco “sertanejo”; ao centro e ao fundo, um casarão assobradado esconde-se parcialmente em frondosa árvore.

Posto Tupam de gasolina.

A partir de uma esquina, vê-se do outro lado, um prédio térreo em estilo Art nouveau branco, com telhado de telhas francesas. Nele funciona uma bomba de combustíveis da Texaco. À frente da bomba, quatro homens uniformizados com calças claras, camisa branca e suspensórios. À direita, um homem de costas inclinado para dentro de um Ford “T”, parado em frente a um prédio também térreo, e cuja fachada tende mais ao Art déco. À esquerda, dois meninos descalços observam a cena. Ainda à esquerda, à sombra de algumas árvores, um cachorro passa alheio a tudo. Abaixo, lê-se em branco numa faixa em marca d’água: “POSTO TUPAM AQUIDAUANA M.G.”

Seção feminina da Escola Mista “Joaquim Murtinho” durante Parada de 7 de Setembro.

Em meio a uma via urbana pavimentada, enfileiradas em duas ou mais fileiras sobre a calçada centenas de alunas uniformizadas que se perdem de vista. As alunas mais para a direita portam bandeiras. À frente delas, destacam-se mulheres que usam vestidos pretos ao invés de branco, como as outras. À direita, também sobre a calçada, grupo de garotos e rapazes em pé, segurando bicicletas, ou apenas sentados. Atrás, as fachadas dos casarões que parecem misturarem estilos coloniais com platibandas e Art déco.

Vista aérea de Aquidauana na década de 1970. Fotografia da Assessoria de Imprensa do Estado de Mato Grosso.

Vista aérea em que se toma como tema central uma praça ajardinada e arborizada, cujos principais destaques são duas imensas circunferências, a Praça Nossa Senhora da Imaculada Conceição e a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, em estilo misto, prevalecendo o neogótico, mais ao fundo. Ao redor da praça, ao fundo, o rio Aquidauana.

Vista lateral-posterior de um prédio destinado a hospital da Sociedade Aquidauanense de Assistência Hospitalar.

Canteiro de obras de prédio em construção. À esquerda, um tripé com uma peneira, montes de massa e ferramentas; ao centro, monte de areia, barris, ferramentas e entulhos; ao fundo, prédio em Art déco já rebocado e coberto por telhas. Destaca-se, à direita, parte anexa com janelas em ogivas.